Século XXI, Vol. 5, No 1 (2014)

A INTERAÇÃO ENTRE A POLÍTICA DOMÉSTICA DO REGIME MILITAR E A DIPLOMACIA: UMA ANÁLISE DAS RELAÇÕES BRASIL-CHILE DURANTE O GOVERNO DE SALVADOR ALLENDE

Teresa Cristina Schneider Marques

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a interação entre a política doméstica do regime militar brasileiro e a atuação do Itamaraty. Para tanto, destacamos as relações entre o Brasil e o Chile durante o governo de Salvador Allende (1971-1973). Argumenta-se que, a preocupação com a segurança interna que guiou o regime militar e legitimou o golpe de 1964, foi determinante para que o governo brasileiro mantivesse  desconfianças com relação ao Chile e apoiasse o golpe de Estado liberado pelo general Augusto Pinochet em 1973. Assim, na primeira parte, será discutido analisada a relação entre a política externa brasileira e a política interna, a partir da teoria dos jogos de dois níveis, formulada por Robert Putnam. Em seguida, procurando compreender os atores políticos inseridos nesse jogo, analisaremos a política externa chilena no período. Por fim, examinar-se-á a relações bilaterais entre o Brasil e o Chile no período em análise.

Texto Completo: PDF

ESPM - Biblioteca ESPM Sul - biblioteca-rs@espm.br  - Porto Alegre - RS