Século XXI, Vol. 5, No 1 (2014)

O BRASIL E A MINUSTAH – OU A BUSCA DE NOVOS PARÂMETROS PARA UMA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA “ALTIVA” E “ATIVA” EM OPERAÇÕES DE PAZ DAS NAÇÕES UNIDAS

Laryssa Lyryanne M. de Lucena

Resumo


Desde que foram criadas, as operações de paz tem sido um instrumento amplamente utilizado pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas para garantir a perpetuação da paz no sistema internacional. No entanto, esse tipo de ação tem servido não somente para um único fim, ela serve também como vitrine de demonstração de poder e é capaz de influenciar na inserção dos países que se engajam, conforme demonstra a participação brasileira na MINUSTAH. Nesse sentido, o presente artigo tem por finalidade discutir o engajamento brasileiro no conflito do Haiti através da missão da ONU, buscando identificar possíveis mudanças nos parâmetros da política externa do Brasil em relação aos temas de segurança internacional.

Texto Completo: PDF

ESPM - Biblioteca ESPM Sul - biblioteca-rs@espm.br  - Porto Alegre - RS